• Santas

Então, que tal começar a se conhecer melhor?



Durante a relação sexual, algumas mulheres possuem dificuldades de chegar ao orgasmo. Os motivos são diversos. Em muitos casos isso é resultado de uma falta de autoconfiança, um bloqueio automático no sexo. Uma ótima alternativa para “desbloquear” essa situação é por meio da masturbação feminina. Mas já sabemos que é preciso quebrar alguns tabus em torno desse assunto, além de encarar a prática com naturalidade e compreender que o ato de se tocar para buscar o prazer pode funcionar com uma maneira somatória ao tratamento da autoestima. . Uma mulher que não se toca ou não sabe do que gosta, acaba levando alguns reflexos disso para a relação sexual e, em alguns momentos, até para o relacionamento como um todo. A responsabilidade de descobrir do que se gosta acaba sendo passada ao/a parceiro/a, o que é uma responsabilidade muito grande a ser delegada a outra pessoa. Nós, mulheres, ao nos conhecermos, passamos a orientar nosso/a parceiro/a a respeito daquilo que gostamos em nosso corpo. Afinal, cada uma de nós tem uma sensibilidade e gostos diferentes. Não podemos exigir que o/a outro/a já saiba de cara o que é melhor para nós. . Alcançar o orgasmo é sinônimo de estar feliz, bem resolvida consigo mesma e com uma autoestima melhor. Vamos lá! Sentir prazer tendo um orgasmo é sinônimo de saúde. E se isso não acontece com você, existe algo errado, algo que bloqueia, mas que pode ser descoberto e tratado, inclusive com a ajuda de um/a especialista.

.

Quando observamos a cultura da história humana, a diferença de tratamento com o assunto “masturbação” entre homens e mulheres é absurdamente distante. Basta uma conversa entre amigas, para observarmos que a maioria tem dificuldades em alcançar o orgasmo, ou mesmo nunca o tiveram, assim como muitas não possuem o hábito de se masturbarem. Em comparação aos homens é praticamente zero a quantidade de mulheres que se toca.

.

O padrão cultural imposto pela sociedade é, em grande parte, responsável pelo bloqueio das mulheres para se masturbarem. Elas são colocadas como frágeis. O símbolo de “intocável” que é construído, leva as próprias mulheres a se verem dessa mesma maneira. Junto dessa imposição cultural, a falta de consciência corporal física e de conhecimento sobre o corpo criam uma barreira, gerando consequências negativas. . Então, já se tocou hoje?


#masturbacao #siririca #toquese #prazerfeminino


Escrito por Halanna Pinheiro.



Ilustração feita por Isa Muguruza

@isamuguruza | www.isamuguruza.com


16 visualizações0 comentário